Existem alguns mitos em relação ao uso da chapinha, dizem que maltrata os fios, deixa quebradiço ou com aparência de palha, puro mito, se você souber usá-la, não precisa ter medo deste magnífico acessório. Ao fazer chapinha ainda pode ajudar os fios, a ficarem saudáveis, bem tratados, modulados e bonitos.
A maior parte das mulheres brasileiras tem cabelos ondulados, por cerca de 60%, e em quase todos os casos, possuem uma chapinha em sua casa, ou seja, a maioria estica os fios.
Mas não é uma regra, só para quem tem cabelo ondulado, aquelas que têm cabelos lisos, também adoram modelar suas madeixas, com cachos, isso mesmo, umas esticam e outras enrolam tudo isto graças a chapinha ou prancha, outro nome dado a este espetacular acessório que teve sua popularidade reconhecida no ano de 2000, desde então, nos salões de beleza ou em nossa casa é indispensável.

A chapinha chegou para ficar em nossas cabeças!

Se você utiliza sempre a chapinha, não deixe de hidratar seus fios, conforme especialistas explica que a falta de hidratação, o uso incorreto e excessivo, é que agride o nosso cabelo.
Dicas como, não deixar resíduos de algum produto ao usar a chapinha, porque assim você vai selar o fio juntamente com aquele “creme”, e o resultado não é satisfatório. Então antes de chapar seu cabelo, esteja certa que ele esteja limpo e sem resíduos.
O uso da chapinha não pode ultrapassar duas vezes na semana, e a temperatura adequada de uso em casa, é de 180º a 200º, e sempre escovar os fios com secador antes de chapar se o cabelo for crespo ou cacheado, isto ajuda a diminuir o volume também.

Dicas para aproveitar sua chapinha tomando muito cuidado…

  • Espere a temperatura da chapa chegar ao ideal, cada chapa tem seu limite de temperatura.

 

  • Para ter um liso mais perfeito, separe mechas de cabelo menores, assim a chapa tem maior eficiência.

 

  • Usando a chapinha corretamente, você estará segura para criar novos looks e satisfeita com o resultado final.

Lembre-se devemos estar sempre lindas e belas.